Várzea da Roça-Bahia

Varzea-da-Roca-Bahia.jpg

Várzea da Roça é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado entre as cidades de Mairi e São José do Jacuipe, na Bacia do Jacuípe, a 290 km da cidade de Salvador. A principal rota deste município é a BR-407. Segundo o IBGE, sua população estimada para 2017 era de 14.662 habitantes.

Varzea-da-Roca.png

História

A história de Várzea da Roça se inicia por volta da década de 1940, nas terras do município de Mairi (chamado na época de Monte Alegre da Bahia). O local onde o município varzeano começa é exatamente onde está localizada a sede do município, e naquela época, por ter grande movimento de vaqueiros que saiam de Morro do Chapéu com destino à Feira de Santana, foi criada uma vila, onde servia de passagem para os mesmos. Com o passar dos anos se tornaria povoado/distrito e tem como fundadores: José Coelho, José Bastos, José Mendes e José Cerqueira, a terra dos Josés. O nome Várzea da Roça foi homenagem aos fundadores, pois ali se situava uma fazenda com o mesmo nome. Em 25 de fevereiro de 1985, foi emancipada do município de Mairi e atualmente Várzea da Roça possuí aproximadamente 15 mil habitantes.

O nome desta cidade foi originado da palavra Várzea (margem de rio, vargem, lagoa rasa), nessa margem situava-se uma grande plantação de legumes. Como havia expectativa de dar um nome àquelas pequenas casas que estavam se formando, daí denominou-se Várzea da Roça. Por volta do ano 1940 muitas pessoas começaram a povoar essa região, isso devido às terras existentes na mesma, que ofereciam ótimas qualidades para uma boa plantação. Muitas pessoas que chegaram, vindas de várias regiões para trabalharem nas grandes fazendas da Cidade de Mairi, que era a Cidade mais próxima, ou seja, a Cidade mãe. Como as pessoas vinham de outras regiões para trabalharem em Mairi, elas passavam pelo povoado, desde então foi aumentando a povoação.

No início da construção das primeiras casas, o povo vivia unicamente da agricultura, onde cultivava o pó-de-palha, mamona, milho, feijão, sisal, fumo-de-corda etc. Pequeno povoado de povo simples e humilde, que demonstra através de suas expressões simples e sofridas, a lembrança de uma história de lutas e conquistas.

Os primeiros interessados em construir esta Cidade, tornando-se fundadores, foram: José Sena Cerqueira, José Mendes, José Coelho, José Bastos, Cláudio Gomes e outros. Em homenagens a alguns deles algumas ruas e praças receberam os seus nomes.

A primeira eleição para Prefeito, Vice-Prefeito e Vereadores, realizou-se em 15 de novembro de 1985 tendo como primeiro Prefeito o senhor Manoel Sales Rios. A partir do dia 03 de março do mesmo ano mudou-se a feira-livre do dia de domingo para o dia de segunda-feira, permanecendo desse jeito até o dia de hoje.

Site oficial da cidade