Valente-Bahia

Valente-Bahia.jpg

Valente é um município brasileiro, que fica localizado no estado da Bahia, mais precisamente no nordeste do estado. Segundo as estimativas do IBGE, em 2018, o município tem 28.130 habitantes, numa área territorial de 384,342 Km². Sua altitude é de 358 metros em relação ao nível do mar, tendo sua sede à 238 km da capital. Valente está localizado no território do sisal, a qual é conhecida como “a capital do sisal”. A área do município se divide sobre duas bacias hidrográficas, do Jacuípe e Paraguaçu.

Valente.png

História

A cidade, no começo do século XX, era uma imensa fazenda de gado. A origem do nome “Valente” deu-se por causa de um boi que se desgarrou do rebanho e morreu afogado ao cair dentro de uma cacimba, que passou a ser chamada de Caldeirão do Boi Valente. Assim, mudaram o nome da fazenda para “Boi Valente”, e em 12 de agosto de 1958, quando o povoado, pertencente a Conceição do Coite, virou cidade, foi abreviado para “Valente”. O “Caldeirão do Boi Valente” ainda resiste ao tempo, e está localizado numa propriedade particular, próxima ao centro da cidade. Atualmente, no calçadão, no centro da cidade, a história está resumida em uma pedra. No local encontra-se o primeiro imóvel comercial construído na cidade, quando ainda era vila.

Economia

A economia do município é impulsionada pelo comércio local e por três grandes empregadores: A Prefeitura Municipal localizada no centro da cidade, duas indústrias de médio porte, sendo uma calçadista e a Associação de Desenvolvimento Sustentável e Solidário da Região Sisaleira (Apaeb), uma de suas atividades é a produção de fios naturais e tapetes e carpetes de sisal. Outra fonte de renda importante é a agricultura familiar, e também o Sisal, planta que deu a Valente o título de capital mundial da fibra.

A Agave tem perdido seu espaço nas fazendas para outras produções por causa da baixa valorização dos seus derivados.

Valente além do Sisal e da pecuária possui o turismo de festejos populares, como o São João. Valente se destaca pela sua organização, limpeza pública, arborização e por ter uma qualidade de vida superior a de cidades vizinhas.

Esporte

Valente possui um calendário esportivo movimentado. No futebol, que tem como principal palco o Estádio Municipal Evandro Mota Araújo (Evandrão), a principal competição é o Campeonato Valentense, realizado anualmente no primeiro semestre.

Outra competição de destaque é a Copa de Integração Rural de Futebol Society. Destaque também para os jogos estudantis que envolvem praticamente todas as escolas do município em diversas modalidades, sendo realizado geralmente no início de agosto.

Valente realiza todos os anos o Rally do Sisal, competição que faz parte do Campeonato Brasileiro de Rally 4×4.

A cidade também possui único Rally Park do Brasil, o SR2 Rally Park. Um complexo off road com diversas pistas de competições. Fica situado na BA 120, na rodovia que liga Valente a Santaluz.

Depois de seis anos sem participar da competição, a Seleção de Valente voltou a disputar em 2017, o Campeonato Intermunicipal de Futebol, chegando entre os oito melhores de 64 participantes. As duas melhores campanhas foram em 1983 e 2011 quando a equipe chegou às semifinais. Valente também tem atletas de destaque em nível estadual e nacional, a exemplo do basquetebol, futsal feminino, atletismo, karatê, voleibol, entre outros.

Valente tem atualmente, as competições estudantis como EJA, JEI, JEVE, CIEC. A principal competição é o Campeonato Valentense e a Copa Rural.

Cultura

Valente sempre se destacou por suas manifestações culturais desde os tempos do saudoso Tio Moura, músico que se tornou figura folclórica e que se confunde com a história da cultura do município. Muitas de suas tradições permanecem vivas – a exemplo do que acontece em outros municípios da região – através da persistência de moradores que se dedicam a manter a cultura, e em alguns aspectos, resgatá-la. Valente conta com diversas figuras e grupos que se destacam nas várias manifestações da cultura regionalista. Repentistas, cantadores, reiseiros, grupos de teatro amador, cantores. Possui um dos espaços culturais melhores estruturados do Território do Sisal: A Casa Brasil, construída em cima de um lajedo no centro da cidade, equipada com um teatro com capacidade para 320 espectadores, espaços de convivência, auditório e info centro.

Infraestrutura

Valente possui um Hospital municipal de médio porte e postos de saúde. Na educação possui boas escolas estaduais como o Wilson Lins e o César Borges, entre as escolas particulares, possui o colégio Piaget. No ensino superior possui a faculdade FATECBA e já sediou a FTC à distância. No lazer possui um grande ginásio poliesportivo, clubes sociais como o APAEB, AABB e Umburana, a cidade sempre celebra festas e shows importantes para a região, atraindo grande público, possui algumas praças importantes, como a Jazida, com arcos, quiosques, concha acústica e uma grande rocha no centro, a praça central possui pistas de skate, equipamentos de ginásticas para jovens e idosos e pistas de cooper. Nos transportes, a cidade é cortada pela BA 416 e BA 120, possui uma rodoviária.

Aeroporto Regional

Valente é o único município no Território do Sisal e na Microrregião de Serrinha a ter um aeroporto e isso coloca Valente como rota de pousos de aeronaves de pequeno porte utilizadas por políticos, famoso e empresários que visitam municípios da região, até municípios maiores que Valente.

O aeroporto possui pista única de 1.500 metros totalmente asfaltada, porém sem terminal moderno e fica a 3 km da sede do município, políticos do Estado que visitam a região quando não vem de carro ou helicóptero desembarcam em Valente e faz o trajeto de carro até as cidades de destino. Muitos famosos pousam em Valente com frequência.

Site oficial da cidade