Sátiro Dias-Bahia

Satiro-Dias-Bahia.jpg

Sátiro Dias é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2010 era de 18.984 habitantes. Dados disponibilizados pelo IBGE apontam que em 2015 a população seja de 20.320 habitantes.

Satiro-Dias.png

História

A sede foi fundada por volta de 1884 por João da Cruz e sua família que na verdade já moravam em sua zona rural desde 1870. Sua emancipação política se deu em 14 de agosto de 1958, tendo como primeiro prefeito o sr. José Belarmino Cardoso (Ioiô Cardoso) e sendo o atual Marivaldo da Cruz Alves (Marivaldo Alves).

A cidade dispõe de grande extensão territorial (ver boxe ao lado) e tem forte marca agrícola. A maior parte da população está distribuída na zona rural, em seus quase 60 povoados. A sede tem cerca de 6,5 mil habitantes. O comércio local também ajuda na movimentação da economia, além do setor de serviços, centrado na Prefeitura da cidade. A produção da farinha, do feijão e do milho é forte, além do cultivo de frutas como melancia, numa comunidade que foca na irrigação. No verão, é forte também o cultivo do caju, uma das frutas típicas do município.

A cidade de Sátiro Dias é famosa por suas festas, como: padroeira da cidade que é patronada por Nossa Senhora do Amparo e ocorre no dia 2 de fevereiro, festejos juninos, aniversário da cidade (14 de agosto), o ECA – Encontro de Conterrâneos e Amigos de Sátiro Dias (projeto idealizado por Charles Cruz, que acontece desde 2010, em Salvador, reunindo como o próprio nome sugere, conterrâneos e pessoas ligadas à cidade, incluindo também atrações musicais, apresentações e uma temática central a cada edição) e a sua vaquejada, promovida por empresários locais, como Marivaldo Alves. Ao longo de sua história foi palco para a apresentação de vários artistas nacionais como: Ivete Sangalo, Babado Novo, Bruno & Marrone, Amado Batista, Harmonia do Samba, Aviões do Forró, Edson Gomes, Raça Negra, Calcinha Preta, Mastruz com Leite, Alcymar Monteiro, Adelmário Coelho, Arreio de Ouro, Estakazero, Reginaldo Rossi, É o Tchan, Cavaleiros do Forró, Pagod’art, Pedro & Thiago, Cheiro de Amor, Banda Calypso, Patchanka, entre outros.

Sátiro Dias, como muitas outras cidades interioranas brasileiras, tem forte cena política. Entre 2006 e 2008 viveu uma forte agitação nesse cenário, com a cassação do prefeito eleito em 2004 (Márcio Leão), que foi substituído pelo Presidente da Câmara da época José Jorge da Silva (Muriçoca) e depois tendo à frente o vereador José de Souza Batista (Zé Martins) como prefeito interino, que governou entre 2007 e 2008. Porém, este não terminou o seu mandato interino, sendo substituído pelo vereador Givaldo Oliveira, que finalizou os três últimos meses daquele mandato (2005-2008). Nesse período (2005-2008) Sátiro Dias teve 4 nomes à frente de sua administração no total, sendo considerado este um fato curioso.

Site oficial da cidade