Rio do Antônio-Bahia

Rio-do-Antonio-Bahia.jpg

Rio do Antônio é um município brasileiro no interior do estado da Bahia, distante cerca de 717 Km de Salvador, capital estadual. Em 2016, a população do município foi estimada em 15.720 habitantes.

Rio-do-Antonio.png

História

Rio do Antônio iniciou-se em 1874, sua origem foi de terras do Sr. Bernardo José Dias ele tinha cinco filhos homens. E durante a guerra do Paraguai, se escondeu com a sua família no local na caatinga fechada com muitos umbuzeiros e toda a mata ciliar, hoje localizada a Igreja Nossa Senhora do Livramento localizada na Praça com seu nome. Devido à guerra do Paraguai (1850), o governo mandava todos os rapazes de 18 a 31 anos para a guerra. O Sr. Bernardo se escondeu com seus filhos até que a guerra cessasse. Este local escolhido para o esconderijo por ser perto do rio e a caatinga muito fechada.

No período da guerra ele fez uma promessa, se eles ficassem livres construiria uma capela hoje Igreja Nossa Senhora do Livramento. A Guerra (1874), cessou e nada lhes aconteceram e ele cumpriu com a promessa. Perto do Rio morava também um vizinho morador o Sr. Antonio Cunha, seus filhos foram casando com os filhos do Sr. Bernardo, construindo famílias que iam construindo as casas em volta da Capela que é hoje a referida Praça Coronel Souza Porto. O Sr. Antonio Cunha com os demais familiares continuou morando perto do rio daí o nome de Rio do Antonio, em tempos mais tarde passou-se a Vila de Rio do Antônio, com a administração pública e a jurisprudência, pertenceu ao Município vizinho de Caculé. E só concretizada a sua emancipação política e oficializada em 27 de julho de 1962, publicado no Diário Oficial do estado da Bahia em 1 de agosto do mesmo ano, na lei vigente n° 1759.

O município pertence a 15ª região administrativa de Caetité. Compõe o município com Distrito de Ibitira e Umbaúba. Rio do Antônio, localiza-se na Zona fisiográfica da Serra Geral, na Região Sudoeste da Bahia, na micro-região homogênea de Brumado. Limita-se ao sul com os municípios de Maetinga, e Guajeru, ao norte com Lagoa Real, ao leste com Brumado e Malhada de Pedras e ao oeste com Ibiassucê e Caculé.

Site oficial da cidade