Motorista tem braço arrancado e dirige por 1 km

Motorista-tem-braco-arrancado-e-dirige-por-1-km.jpg

Na cidade de Málaga, na Espanha, uma condutora alcoolizada de 25 anos dirigiu por mais de 1 km sobre os trilhos do metrô. O veículo só foi parar quando três dos quatro pneus estouraram e o carro ficou entalado no meio das pedras.

Motorista ingeriu três vezes mais álcool que o permitido por lei

Por sorte, a ocorrência foi na madrugada, o que evitou da motorista colidir com um possível vagão em movimento. Assim que o carro parou, a segurança do metrô de Málaga chamou a polícia. O veículo foi rebocado e a condutora passou por um teste de bafômetro, que mostrou que ela tinha ingerido três vezes mais álcool do que o permitido para dirigir.

De acordo com o Euro Weekly News, a polícia a indiciou por crime contra a segurança no trânsito. Mas a sua situação pode agravar. O Metrô de Málaga constatou que os trilho tiveram alguns danos, motivo pelo qual o transporte metroviário da cidade atrasou cerca de duas horas na manhã de 1º de novembro. Por sua vez, os passageiros afirmaram que irão pedir indenização.

Lei seca no Brasil

A Lei 11.705, de 19 de junho de 2008, conhecida como Lei Seca, proíbe a condução caso o condutor esteja com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior a seis decigramas. A lei também diz a respeito da proibição de dirigir caso a pessoa esteja sob influência de alguma substância psicoativa que possa ser dependente.

Quatro anos mais tarde, em dezembro de 2012, o Congresso Nacional aprovou a Lei 12.760, que estabeleceu tolerância zero ao consumo de álcool e entorpecentes. Além disso, intensificou-se os instrumentos de fiscalização da lei.

Quem dirigir bêbado comete uma infração gravíssima e pode ser multado em R$ 2.934,70. Soma-se a isso à suspensão do direito de dirigir por 12 meses, e o possível recolhimento do veículo, caso não haja um condutor habilitado e em condições de dirigir. Dependendo da concentração de álcool no sangue, o motorista pode responder por crime de trânsito.