Japoneses criam tecnologia para imprimir na água

Japoneses-criam-tecnologia-para-imprimir-na-agua.jpgwater drop splash in a glass blue colored

Pesquisadores japoneses estão trabalhando em uma tecnologia para escrever e desenhar na água. Por enquanto, eles conseguiram obter caracteres básicos por meio de um dispositivo composto por 50 pequenos geradores de ondas instalados em um tanque. O estudo está sendo coordenado pelos laboratórios Akishima e pelo professor Shigeru Naito, da Universidade de Osaka.

O dispositivo, chamado de AMOEBA (Advanced Multiple Organized Experimental Basin), é composto pelos geradores dispostos em círculo no total de 1,6 metros de diâmetro e 30 centímetros de profundidade.Por meio de um sistema de controle, os geradores formam ondas circulares que agem como pixels de 10 centímetros de diâmetro e quatro de altura, e que combinados, formam linhas e figuras. O AMOEBA já é capaz de mostrar todo o alfabeto romano, assim como alguns caracteres kanji, de origem chinesa e adotados no Japão. Cada imagem fica visível por até três segundos.

Agora, os cientistas trabalham para aprimorar os métodos de cálculos para controle dos geradores de ondas, baseado em fórmulas conhecidas como “funções de Bessel”. Eles também querem deixar as letras e desenhos visíveis por mais tempo na água.