Itajuípe-Bahia

Itajuipe-Bahia.jpg

Itajuípe é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2012 e de 27.007 habitantes. A principal rodovia de acesso é a BR 101. Não é litorâneo, sendo banhado pelo rio Almada.

Itajuípe é vocábulo indígena que significa “pedra espinho”. Do tupi ita: pedra (por itá; pedra; ); ípe: espinho. Segundo informações de antigos moradores, havia na região, ao longo do rio, muitas pedras e entre elas arbustos espinhosos chamados de ‘unha de gato’, dando o nome de Itajuípe (ita = ‘pedra’ + ju= ‘espinho’ + y = água’ + pè = ‘caminho’), o que significa ‘caminho de águas entre pedras e espinhos’, referindo-se ao caminho de saída da cidade pelo Rio Almada.

Itajuipe.png

História

Em 1918, surgia em terras de Ilhéus o povoado de Pirangi que viria a ser a moderna cidade de Itajuípe. Pelo Decreto estadual n.º 7.137, de 17 de dezembro de 1930, era criada a subprefeitura de Pirangi, que foi mantida pelo Dec. est. n.º 7.489, de 9 de julho de 1931. No ano seguinte, era instituído o Distrito de Paz, pelo Decreto estadual n.º 7.994, de 17 de fevereiro. Esse ato transferia para Pirangi a sede do distrito de Ouro Preto.

Na Divisão Administrativa referente a 1933, já Pirangi figurava como distrito do Município de Ilhéus, assim permanecendo até o Decreto-lei estadual n.º 141, de 31 de dezembro de 1943, ratificado pelo Decreto estadual n.º 12.978, de 1.º de junho de 1944, que alterou o seu topônimo para Itajuípe. E, por fim, criar-se-ia o Município de Itajuípe, através de Lei estadual n.º 507, de 12 de dezembro de 1952.

Subdividia-se em 3 distritos: Itajuípe, Barro Preto e Bandeira do Almada (ex-União Queimada), mas, por forca de Lei Estadual n.º 1.678, de 14 de abril de 1962, perdia o distrito de Barro Preto.

Elevado à categoria de município com a denominação de Itajuípe, pela lei estadual nº 507, de 12-12-1952, desmembrado de Ilhéus. Sede no antigo distrito de Itajuípe. Constituído de 3 distritos: Itajuípe e Barro Preto, ambos desmembrados de Ilhéus. Pela lei estadual nº 628, de 30-12-1953, o município de Itajuípe adquiriu do município de Ilhéus o distrito de Bandeira do Almada (ex-União Queimada), alterado pela mesma lei acima citada.

Em divisão territorial datada de 1-07-1955, o município é constituído de 3 distritos: Itajuípe, Bandeira do Almada e Barro Preto. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960.

Pela lei estadual nº 1678, de 17-04-1962, desmembra do município de Itajuipe o distrito de Barro Preto. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Itajuípe e Bandeira do Almada. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Site oficial da cidade