Conceição da Feira-Bahia

Conceicao-da-Feira-Bahia.jpeg

Conceição da Feira é um município brasileiro do estado da Bahia, localizado na Região Metropolitana de Feira de Santana e ao Recôncavo Baiano. Sua população estimada em 2017 era de 23.024 habitantes segundo o IBGE.

Conceicao-da-Feira.png

História

Conta a tradição, que a primeira penetração em terras do atual município de Conceição da Feira ocorreu em meados do século XVII, por indivíduos vindos não se sabe de onde, que aí se estabeleceram e fundaram um Povoado.
O Coronel, ou mestre-de-campo, Manuel de Araújo de Aragão Correia, proprietário das terras denominadas Saco, há duas léguas da freguesia sediada na Vila de Nossa Senhora do Rosário do Porto da Cachoeira, graças ao seu espírito religioso, ergueu, aí, no ano de 1675, uma ermida que dedicou à Nossa Senhora da Conceição.

Essa ermida, conforme noticiou o Padre Antônio Pereira, então Vigário da Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, situada na Vila acima referida, ficou anexada àquela Paróquia, por mandato do Arcebispo da Bahia, D. Sebastião da Vide.

A ideia de fundação de nova Capela veio de Manuel Fernandes da Costa e sua mulher, D. Antônia Florinda de São José, que a construíram em terreno doado à Freguesia de Nossa Senhora do Rosário, segundo escritura lavrada em 06 de outubro de 1830 na então Vila de Nossa Senhora do Rosário do Porto da Cachoeira, por José Leonardo Muniz Barreto.

Foi esse local escolhido para a construção da segunda capela, não só em virtude de estar no entroncamento de duas estradas reais, movimentadas, a do Sertão e a do Nordeste, mas também pelo fato de possuir ótimas nascentes d’água, até hoje consideradas da melhor qualidade pelo aspecto cristalino, ensejando o pouso de tropas. Terminada a construção da capela, por Manuel Fernandes da Costa e sua mulher, começou a se desenvolver em redor dela a povoação; apareceram a feira, a casa de negócio e surgiu o Arraial Nossa Senhora da Conceição Nova da Feira.

Considerando que, terminada a construção do segundo templo, a capela inicial estava arruinada, Manoel Fernandes da Costa e sua mulher encaminharam petição ao representante da Província da Bahia, com resultado favorável, dizendo: estar a mesma capela com a necessária decência para se celebrarem os ofícios divinos, e ante a sua espontânea vontade de oferecê-la, como a ofereceram ao público para que nela se erija Matriz e Freguesia e Pároco, à vista da população que há e da distância em que está de 02 léguas da Freguesia Matriz daquela Cidade de Cachoeira a que pertence, por cuja causa muito padece o povo na falta de pastor espiritual em suas maiores precisões.

Site oficial da cidade