Chorrochó-Bahia

Chorrocho-Bahia.jpg

Chorrochó é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população estimada em 2010 era de 10.734 habitantes.

Chorrocho.png

História

Cidade localizada no nordeste brasileiro em pleno polígono das secas microrregiões homogenias das corredeiras do São Francisco.

Teve sua origem numa fazenda pertencente aos condôminos: Capitão Francisco Alves de Carvalho, Jose de Sá. Era uma fazenda muito prospera com extensas várzeas e campos excelentes apropriados para criação extensiva de caprinos e bovinos, além de se prestar devido tanto ao relevo predominantemente subsistência da qual viviam escravos e agregados da família Pires de Carvalho de Belém.

Devido a estas condições, aventureiros de outros Estados pra cá vieram e se entrosaram pelos matrimônios com a família dos donos da fazenda, porque além de possuir o nível cultural equivalente ao deles caracteres de raça branca eram bem acentuados, requisitos muito em voga e exigidos pelas famílias tradicionais do sertão. Não se sabe exatamente a data em que foi lançada a pedra fundamental da antiga fazenda Chorrochó, sabe-se que no ano de 1842 missionários acompanhados de índios rodeleiros que habitavam os sertões baianos, tendo como símbolo a cruz de cristo, atravessaram o rio Macururé (riacho grande), cujas águas impetuosas e barrentas, nas suas famosas enchentes deram o nome de Chorrochó, que e de origem tupi, corrupção de CHORÓ=impetuosos, que repetido forma o superlativo – mais ou muito impetuosos e referem-se às águas do riacho grande que são impetuosas nas proximidades da cidade. No ano 1842, missionários que por aqui passaram encontraram oito casebres de taipa coberta com palhas, cujos moradores agregados e escravos da família Pires de Carvalho de Belém do São Francisco, exploravam em acrescida escalam caprinos e bovinos e cultivavam o solo com culturas de subsistência.

Em vista do rápido desenvolvimento de Chorrochó, em 1862 a sede do 3º distrito que era no lugar predominado Macururé (hoje Macururé velho), foi transferida para Chorrochó. A primeira Escola Estadual foi criada pela lei provincial nº 1636 de 14 de julho de 1876. O Professor Evaristo Cardoso Varjão Patte, natural de Uauá, foi nomeado para a cadeira de Chorrochó, aqui lecionado até o ano de 1900, quando foi chamada a Curaçá, vindo a falecer em 1910.

Em 1877, Chorrochó já possuía uma movimentada feira semanal, congregava a maioria dos povoados da região. Ainda, nesse ano, chega o cearense ANTONIO VICENTE MENDES MACIEL, O CONSELHEIRO, que ficou célebre na história da Guerra de Canudos, construindo um cemitério e a atual igreja em cuja fachada está a inscrição de 1885 que é também a data da devoção do povo de Chorrochó ao Senhor do Bonfim.

A 06 de dezembro de 1906, pelo decreto nº 429, foi criado o distrito policial de Chorrochó.

Site oficial da cidade