Cansanção-Bahia

Cansancao-Bahia.jpg

Cansanção é um município brasileiro do estado da Bahia. Sua população é de 32.923 habitantes. Faz divisas com os seguintes municípios: Monte Santo, Nordestina, Quijingue, Queimadas, Itiúba, Araci e Santa Luz.

Cansancao.png

História

O atual Município de Cansanção foi originado de uma parte da Fazenda do mesmo nome, de propriedade do Sr. Bernardino Pereira Damasceno. Mais tarde vieram fixar residência no local os Srs. Isidório Bispo Modesto, Luiz Gomes Buraqueira, José Ambrósio Modesto, Domingos Manoel de Jesus, Luiz Vicente Balão e Lúcio José da Silva.

O nome Cansanção foi dado em decorrência de haver nessa região muitos arbustos urticários com esta denominação. Em 1896 a localidade já contava com oito casas, servindo naquela época para descanso das Tropas Federais que vinham de Queimadas em direção a Monte Santo para combater os “jagunços” de Antonio conselheiro em Canudos.

Como primeiro local de devoção, existia no arraial uma casa de dois andares de propriedade do Sr. Felipe Balão, onde os fiéis se reuniam para rezar e fazer devoção (novena) à Senhora Santana, que continua até hoje como a Padroeira da Cidade e Município de Cansanção. Os moradores de Cansanção e adjacências viviam do trabalho braçal, na cultura da mandioca, feijão e milho, cuidando ainda dos pequenos rebanhos de gado e outros tipos de criação. Graças ao dinamismo de seus moradores, o arraial teve amplo progresso e em 1920 já era um povoado com 25 casas e uma capela, construída naquele ano pelo mestre Quinto.

Em 1933 o povoado foi elevado à categoria da Vila, pertencente ao Município de Monte Santo. Nessa época, ao longo da década de 30, a região esteve constantemente sobressaltada pelo grupo de “jagunços” de “Lampião”. Em 1938, chegava à Vila, João Andrade, da vizinha “Fazenda Periperi”, instalando-se como comerciante de produtos da região, o qual contribuiu decisivamente para o desenvolvimento de Cansanção. Em 1940, segundo o resultado do Censo Demográfico, o Distrito de Cansanção possuía uma população de 8.162 habitantes.

Na década de 40 a região de Cansanção sofreu as consequências de uma prolongada estiagem. O comerciante, João Andrade, sentindo a angústia daquele povo, procurou as autoridades estaduais, conseguindo a abertura de vários poços tubulares e construção de aguadas. Em 1950, o Distrito de Cansanção contava com 11.048 habitantes, dos quais, 1.285 na Zona Urbana. O grande sonho dos moradores era a sua emancipação política, o que aconteceu em 1954, havendo no mesmo ano eleição municipal, sendo escolhido o primeiro Prefeito do Município, o seu benfeitor, João Andrade. Políticos de Monte Santo, liderados por Laurentino Tolentino da Silva, conseguiram tornar sem efeito o ato de emancipação de Cansanção através da Lei Estadual 1.018 de 12 de agosto de 1.958, publicada no Diário Oficial de 14.8.1958. O Sr. João Andrade, apesar disso, manteve a sua liderança, conquistando a sua eleição como primeiro Prefeito administrando o município no período 1959/1962.

Site oficial da cidade