Bela Vingança pt-br

Bela-Vinganca-pt-br.jpgCarey Mulligan stars as "Cassandra" in director Emerald Fennell’s PROMISING YOUNG WOMAN, a Focus Features release. Credit: Courtesy of Focus Features

Bela Vingança pt-br segue essa jornada de maneira escalonada e salivante. Dando um tapa na cara da audiência a cada nova cena, o thriller é soberbo e maestral em sua essência ao explorar uma temática tão delicada e dolorosa com o auxílio do humor ácido. Aqui, o roteiro de Emerald brilha diante dos nossos olhos por seu dinamismo didático.

Como uma aula de vingança e de que a punição não só pode como deve ser empregada à classe alta, a produção nos entrega uma trama bem amarrada do começo ao fim, costurada com precisão e que não apenas mantém o público vidrado em seu enredo, como também desafia seu entendimento, confrontando aqueles conceitos guardados no íntimo e que muitas vezes não são ditos por uma questão de convenção social.

Trazendo uma Carey Mulligan visceral, o longa produzido por Margot Robbie é uma raridade autêntica ao abordar a temática do estupro sem meias palavras, sem suavizar as cenas e sem fazer mea culpa. Buscando genuinamente fazer um exposé da dura verdade que cerca o abuso sexual, o filme alcança o seu objetivo com naturalidade e leveza, trazendo ainda uma série de atuações adjacentes que ajudam a engrossar o caldo e fortalecem a voracidade da trama.

Com um clímax revigorante e que honra as sobreviventes de estupro, o thriller de humor sombrio é uma experiência cinematográfica sinestésica e desconfortável do começo ao fim. Trazendo alguns leves e breves respiros, que servem como pequenos hiatos de calmaria que antecedem o esporro narrativo que logo virá, Bela Vingança traz uma reviravolta deliciosa de contemplar, representa de forma categórica toda e qualquer sobrevivente de abuso e se encerra como uma ópera que atinge seu ápice supremo nos momentos finais.

Honroso, educativo e envolvente, a produção é uma joia primorosa que segue à risca as principais características de um clássico do Festival de Sundance e se imortaliza como aquele filme essencial para um tempo onde não há mais espaço para a objetificação feminina.