Adobe Dreamweaver CS6 portable

Adobe-Dreamweaver-CS6-portable.jpg

Adobe Dreamweaver CS6 portable é um software de desenvolvimento voltado para a web criada pela Macromedia (adquirida pela Adobe Systems), e que está atualmente na versão CC.

Suas versões iniciais serviam como um simples editor HTML WYSIWYG (“What You See Is What You Get”, ou “O que você vê é o que você tem”), porém as suas versões posteriores incorporaram um notável suporte para várias tecnologias web, tais como XHTML, CSS, JavaScript, Ajax, PHP, ASP, ASP.NET, JSP, ColdFusion e outras linguagens Server-side.

No inicio Dreamweaver era apenas um editor simples podendo ser usado em modo código ou modo design, WYSIWYG. Na época seu grande concorrente era o Microsoft FrontPage, logo no lançamento do Dreamweaver 4.0 que apresentou nesta versão sua integração com o Ultra-dev, uma poderosa ferramenta de desenvolvimento para os programadores web com suporte a PHP, ASP, ColdFusion e JSP inicialmente.

Logo na versão Dreamweaver MX, o Ultra-dev passou a ser totalmente integrado ao Dreamweaver através do Painel Aplication, assim incluindo no mesmo definitivamente o conceito de ferramenta de desenvolvimento web.

Utilizando-se da base da mesma versão do Dreamweaver, MX, a Macromedia na época incorporou a estrutura do Dreamweaver a primeira versão da ferramenta Adobe Flex, assim também adotando ao Dreamweaver o conceito de ser IDE, podendo integrar outras ferramentas dentro de si próprio.

A partir desse conceito começaram a surgir várias extensões do tipo suíte, pacote completo de desenvolvimento para determinado assunto ou linguagem, de desenvolvimento para o Dreamweaver, adotando no mesmo funcionalidades avançadas para cada uma das linguagens suportadas por ele. Destacando-se nesta época a InterAKT que vinha lançando inovadoras suítes como por exemplo: Spry e Desevelopers ToolBox, hoje comprada pela Adobe Systems.

Em seu modo Design, como um editor WYSIWYG, o Dreamweaver pode esconder os detalhes do código HTML do usuário, tornando possível que não-especialistas criem facilmente páginas, sites e até mesmo aplicações para web. Alguns desenvolvedores criticam este modo de função do Dreamweaver por produzir códigos sujos, muito maiores do que o necessário, o que pode levar a erros de visualização em páginas HTML e erros de segurança em aplicações web. No entanto, este tipo de erro não se dá a ferramenta, e sim ao profissional que está usando a ferramenta, pois assim como outras IDE’s de desenvolvimento, o Dreamweaver também dá a possibilidade de editar seus trabalhos em modo código, suportando as sintaxes de todas as linguagens de programação cobertas pelo software e também possuindo dicas, referências em modo código batata e até mesmo extensões para debugar códigos.